Fuja da crise: 3 tipos de estratégias promocionais para fazer na pandemia

A pandemia causada pelo Covid-19 vem afetando profundamente as empresas. A maior parte dos setores econômicos entraram em crise, assim como o mercado consumidor.

Isso cria um círculo vicioso, pois os consumidores ficam sem dinheiro para consumir e isso faz com que as vendas caiam e as empresas tenham prejuízos, resultando no aumento dos valores de alguns serviços e mercadorias que, consequentemente, se tornam inacessíveis para aquele mercado consumidor que está em crise.

Uma solução que vem sendo encontrada pelas marcas comerciais são as promoções. Essa estratégia pode ser bastante bem-sucedida se utilizada da maneira correta e é vantajosa para empresas e consumidores.

Um dos principais motivos que fazem dessa estratégia extremamente relevante é o fato dela ser responsável pela manutenção e sobrevivência da empresa nesse período.

Para exemplificar isso, vamos pensar nas agências de viagens. O lucro dessas empresas possui grande chance de ser totalmente extinguindo em uma crise dessa magnitude, podendo levar a falência de muitas agências.

Isso acontece porque nesse cenário tão singular, as pessoas interromperam imediata e totalmente em certo período essa atividade e a solução mais viável que esse setor encontrou, foi oferecer vários pacotes promocionais de viagem para o próximo ano.

Isso faz com que os consumidores sintam mais confiança e se planejem melhor na hora de contratar o serviço, uma vez que prevê-se o fim da quarentena no período programado para a viagem. Dessa forma, através do pagamento desses pacotes, as agências conseguem se manter na quarentena.

Isso se aplica a todo e qualquer tipo de produto e serviço. As promoções chamam muito a atenção dos clientes e são muito bem recebidas por eles.

1 – Causas sociais

O primeiro modelo envolve muito mais do que a questão financeira em si, que nesse caso é uma consequência.

Muitas marcas estão se organizando e investindo em promoções com foco em algum tipo de causa social.

Isso valoriza muito a marca e é uma questão que vem sendo cada vez mais relevante para o mercado consumidor. Por isso, revestir parte do lucro das vendas para alguma organização social é benéfica a longo prazo.

2 – Afeiçoamento do mercado consumidor

É comum que em um cenário como esse, as pessoas deem preferência para produtos mais baratos, pois acaba sendo o mais acessível para a situação.

Dessa forma, quando uma marca abaixa o preço de algum produto, o colocando em promoção, isso pode ser visto como um ato de empatia para com esse público, que se afeiçoa à marca. Só não se esqueça de avaliar se a redução de preço está gerando lucro ou prejuízo para o negócio.

Sugerir descontos na aquisição de mais produtos ou nas compras acima de um determinado valor, poderá ajudar a evitar prejuízos, aumentar o ticket médio e consequentemente elevar o faturamento mensal.

3 – Valor para clientes e empresas

Muitas vezes, vale mais a pena trocar os descontos diretos nos produtos por brindes promocionais. Eles são uma poderosa ferramenta que na prática valorizam muito o produto e encantam os consumidores.

Através das ações promocionais, as empresas sugerem produtos personalizados com a sua marca, que ajudam além de atrair mais compradores, promover o negócio e conquistar credibilidade.

O critério mais importante para os consumidores nem sempre é o preço mais baixo, mas a experiência de compra.

Leia também: 5 DICAS PARA UM BRINDE PROMOCIONAL DE SUCESSO

Espera-se que o fim da pandemia seja acompanhado de uma rápida recuperação do mercado financeiro nacional e internacional, por isso tenha foco em fazer com que a sua empresa sobreviva à crise e, como foi visto, o planejamento estratégico e o entendimento do que é valor para o seu público alvo, fará grande diferença.

Na Asga Brindes nós podemos te ajudar a escolher o produto certo para personalizar com a sua marca e garantir o sucesso de suas ações promocionais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.